Carrossel

Por respeito aos contornos
escrevo poemas
Desfaço as dobras
pontiagudas
transformando em vértices
prontos para interligar
Os encantos são perecíveis
As drogas também
Somente alguns gestos
encapsulados têm lugar
cativo no Paraíso
Na rua sempre ando
decifrando pixações
Na internet me idealizo
no tráfico forjado
das sensações
Ainda bem
que a beleza
é livre como o som
e eu posso compor
as metades do corpo
sem perder as nuances
de cada tom.

Anúncios

Às margens

 

VKpanoramica

A paisagem árida

das ruas da Vila Kennedy

é a cenografia dos sonhos

desses tempos de corações

mortos pela seca.

As pessoas simples

que vivem por lá

trazem todas as suas faltas

impressas nas digitais.

Os maremotos

do Planalto central

não alagam suas casas

já inundadas das heranças

maltrapilhas de outras estações.

Apesar das horas

carcomidas e das tatuagens

do cansaço elas seguem

atravessando a cidade nessa rota

cheia de calos chamada avenida

Brasil

crentes que melhores dias

certamente ainda estão para nascer.